...

"Deus é a mão que nos guia e governa!",

24 de dez de 2015

GRATA PELAS FELICITAÇÕES ONLINE






DOROTHEIA quero compartilhar com você uma belíssima mensagem
de Natal do Papa Francisco.

“O Natal costuma ser sempre uma ruidosa festa; entretanto se faz necessário o silêncio, para que se consiga ouvir a voz do Amor. O Natal é você, DOROTHEIA, quando se dispõe, todos os dias, renascer e deixar que Deus penetre em sua alma. O pinheiro de Natal é você, quando sua força, resiste aos ventos e dificuldades da vida. Você é o sino de Natal,quando chama, congrega, reúne. A luz de Natal é você, quando com uma vida de bondade, paciência, alegria e generosidade consegue ser luz a iluminar o caminho dos outros. Você é o anjo do Natal quando consegue entoar e cantar sua mensagem de paz, justiça e de amor. A estrela-guia do Natal é você DOROTHEIA , quando consegue levar alguém ao encontro do Senhor. O presente de Natal é você, quando consegue comporta-se como verdadeiro amigo e irmão de qualquer ser humano. Você será os votos de Feliz Natal, quando perdoar, restabelecendo de novo, a paz, mesmo a custo do seu próprio sacrifício. A ceia de Natal é você, quando perdoar, restabelecendo de novo, a paz, mesmo a custo do seu próprio sacrifício. A ceia de Natal é você DOROTHEIA, quando sacia de pão e esperança, qualquer carente a seu lado.”

Desejo a você e sua família um Feliz e Santo Natal!


Rosy MARY MAGALHAES DE OLIVEIRA

...oooOOOooo...



...oooOOOooo...


...oooOOOooo...


...oooOOOooo...


Obrigada!

Profa. Ms. Dorothéia Barbara

29 de set de 2015

ESCOLA É...



Escola é
 ... o lugar que se faz amigos.
Não se trata só de prédios, salas, quadros,
Programas, horários, conceitos...
Escola é sobretudo, gente
Gente que trabalha, que estuda
Que alegra, se conhece, se estima.
O Diretor é gente,
O coordenador é gente,
O professor é gente,
O aluno é gente,
Cada funcionário é gente.
E a escola será cada vez melhor
Na medida em que cada um se comporte
Como colega, amigo, irmão.
Nada de “ilha cercada de gente por todos os lados”
Nada de conviver com as pessoas e depois,
Descobrir que não tem amizade a ninguém.
Nada de ser como tijolo que forma a parede, Indiferente, frio, só.
Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,
É também criar laços de amizade, É criar ambiente de camaradagem,
É conviver, é se “amarrar nela”!
Ora é lógico...
Numa escola assim vai ser fácil! Estudar, trabalhar, crescer,
Fazer amigos, educar-se, ser feliz.
É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo.
 
(Paulo Freire)


16 de set de 2015

AS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS NOS CAMINHOS DA ARTE ESCOLAR



Ms. Dorothéia Barbara
Objetivos:

  • Identificar nas figuras geométricas planas fontes de criatividade num processo decorativo  que abrange  os espaços educativos: estimula a coordenação motora fina; desenvolve a percepção, criação e linguagem matemática e diversas técnicas de colagem e  recorte para os mais variados temas  escolares.


Objetivos específicos

  • Conhecer as principais figuras geométricas planas;
  • Apresentar as figuras mais comuns e simples para serem utilizadas e suas técnicas
  • Mostrar objetos e ambientes educativos que as figuras geométricas serviram de base para a decoração;
  • Confeccionar peças decorativas.


Conteúdos

  • O que é geometria plana
  • Conceitos de geometria plana
  • Dobras geométricas  em formas de ângulos
  • Recorte oval
  • Simetria
  • Papéis
  • Técnica de dobras e recortes
  • Oficina
  • Caixa
  • Embalagens
  • Cartão

Metodologia

1º Momento: Apresentação; Vídeo introdutório “As figuras geométricas planas“ e exposição da pauta da oficina;

2º momento: Exposição teórica sobre as figuras geométricas e seus  conceitos;

3 º Momento: confecção de objetos decorativos: caixa, embalagens e suas decorações

Recursos Didáticos:

  • 02 Resmas de papel chamex
  • 01 vidro de cola 500 ml – Cascorez – rótulo azul
  • Tesoura
  • Folhas específicas para origami – duas faces


Avaliação

Avaliação será realizada ao longo da oficina dos cursistas ao longo das atividades propostas.

Referencial

BARBARA SANTOS, Dorothéia. AS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS NOS CAMINHOS DA ARTE ESCOLAR.  Goiânia-GO, Projeto para práticas pedagógicas, setembro/2015.


Obs. O curso será oferecido no mês de outubro na Faculdade Alfredo Nasser, em Aparecida de Goiania- GO, pela autora do projeto.

5 de jun de 2015

FUNDAMENTOS METODOLÓGICOS DO ENSINO DE HISTÓRIA

   Dorothéia Barbara
  II EDIÇÃO

       O Curso Fundamentos Metodológicos do Ensino de História foi oferecido aos acadêmicos do curso de Pedagogia, da Faculdade Alfredo Nasser, em Aparecida de Goiânia-GO, dentro da disciplina que contempla o mesmo  nome e objetivos que são:

1.Objetivo Geral

·         Analisar as concepções teóricas metodológicas concernentes ao Ensino de História, com ênfase nos aspectos ideológico; para compreender a construção da vida em sociedade: conceito de grupo social, de organização espacial, organização temporal e organização das regras e normas dos grupos como fundamentos articuladores de História.

1.2 Objetivos Específicos

·         Analisar as condições dos conteúdos de História nos currículos escolares e suas fundamentações teóricas, metodológicas e ideológicas;
·         Fundamentar o futuro professor para o exercício de sua função por meio do   entendimento das concepções teóricas;
·         Identificar os princípios metodológicos específicos da área de História: Métodos, objetivos, procedimentos e recursos;
·         Analisar os livros didáticos e seus critérios de escolha;
·         Elaborar e executar projetos voltados para a construção dos conceitos de tempo e espaço.

Em construção!


29 de abr de 2015

CAIU


Triste perceber
o descaso das autoridades 
goianas com os parques, jardins e praças  goianas.
Uma árvore antiga caiu.
Faz um mês. 
Passo por ela todos os dias.
Esta caída na  Avenida Bela Vista
Num dos locais mais belo e importante
de Goiânia, Jardim Botânico Amália Texeira Franco.
Até quando ficará exposta ali ?
                                                                                             Dorothéia Barbara

15 de mar de 2015

MOVIMENTO VEM PRA RUA


 Manifestantes param o Brasil
 e pedem a saída da presidente Dilma, 
o fim da corrupção
 e alguns grupos pedem intervenção militar. 
Acorda Brasil!!!!!!
--------------------------------------------------------

FRASES DO DIA NAS MANIFESTAÇÕES PELO BRASIL


Limpa Brasil!
Chega de corrupção!
Fora Dilma!
Fora PT!
Que país é este?
Impeachment já!
Desculpe o transtorno, mas estamos mudando o Brasil!
Vem pra rua!
Saímos do Facebook!
Dilma: até quando o povo espera pela conclusão na fábrica da Hemobras ?
O gigante acordou!
Vamos mudar o Brasil
Se a roubalheira não acabar, o Brasil vai parar!
Fora PT! Fora comunistas!
Impeachment já, todo Brasil nas ruas!
Brasil, pátria amada, podemos fazer muito mais!
Mais Brasil, menos PT!
Lava-jato no Planalto já!
Intervenção militar!
Entre outras mil, és tu Brasil a mais roubada!
Lula, pai do mensalão! Dilma mão do petrolão!
Eu vou fazer a minha parte!
Defender a Petrobrás é defender o Brasil!
Grita Brasil!
O berro de desespero contra os corruptos, fraudes,  engodo,assédios, calúnias , desmandos, miserabilidades dos idosos e fome dos  e miseráveis!
Golpe nunca mais!
Queremos investigação e punição do petrolão!
A impunidade é a certeza dos corruptos. Basta!
Acordem e Progresso!
O que o PT está nos roubando não é só o dinheiro, é o orgulho de ser brasileiro!
Chega de silêncio! Basta!
Defender o Brasil dos corruptos não é golpe! É cidadania!
De todas, gostei mais:
 Eu oro pelo Brasil! 

por Dorothéia Barbara

26 de fev de 2015

DOS OBSTÁCULAS E DAS PEDRAS

 Vencer obstáculos  é vencer a  si mesmo. 
É desapropriar de pensamentos
sentimentos e lembranças.
Vencer obstáculos é tirar pedras do caminho
algumas são pessoas que amamos,
outras, ilusões que criamos.

( Dorothéia Barbara)



24 de fev de 2015

O ADVOGADO POSSUI O DIREIRO DE SER RECEBIDO EM AUDIÊNCIA


     Brasília - Leia nota divulgada pela diretoria da OAB Nacional sobre a prerrogativa de os advogados serem recebidos por autoridades de quaisquer poderes para tratar da defesa dos interesses de seus clientes.

Nota da OAB Nacional

    O advogado possui o direito de ser recebido por autoridades de quaisquer dos poderes para tratar de assuntos relativos a defesa do interesse de seus clientes.  Essa prerrogativa do advogado é essencial para o exercício do amplo direito de defesa. Não é admissível criminalizar o exercício da profissão.

    A autoridade que recebe advogado, antes de cometer ato ilícito, em verdade cumpre com a sua obrigação de respeitar uma das prerrogativas do advogado. A OAB sempre lutou e permanecerá lutando para que o advogado seja recebido em audiência por autoridades e servidores públicos.

Diretoria da OAB Nacional
Marcus Vinicius Furtado Coêlho - Presidente
Claudio Lamachia - Vice-presidente
Cláudio Pereira de Souza Neto - Secretário-geral
Cláudio Stábile - Secretário-geral Adjunto
Antonio Oneildo Ferreira - Diretor Tesoureiro


Fonte:http://www.oab.org.br/noticia/28077/ - terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

19 de fev de 2015

CARO PROFESSOR

Ser professor não é para qualquer um, mesmo que queira,
Ser professor não é mera face da ideologia ou prazer,
Ser professor não é se apresentar como bom, inda que beira,
Ser professor não é se projetar e se aparecer!

Ser professor não é dirigir-se com ira para uma guerra,
Ser professor não é caminhar rumo a sala bem armado,
Ser professor não é pintar a lousa como dono da terra,
Ser professor não é ler um livro e ficar mamado!

Ser professor não é dizer que sei de tudo um pouco,
Ser professor não é gritar o seu doutorado como besta fera,
Ser professor não é apontar dedo como um louco,
Ser professor não é esparramar apostilas a quem espera!

Ser professor não é ditar regras e imposições imorais,
Ser professor não é algemar qualquer pupilo numa gaveta,
Ser professor não é rasgar o coração em deixas ilegais,
Ser professor não é ficar balburdiando com uma vareta!

Ser professor não é ser construtor de marionetes,
Ser professor não é tentar cobrir o frio com flanelas,
Ser professor não é enfeitar tudo com confetes,
Ser professor não é cozinhar tudo dentro de panelas!

Ser professor, o que é, tentarei, agora te dizer,
Ser professor, todavia, importa morrer sem algum medo,
Ser professor, meu caro, é mascarado nunca ser,
Ser professor, minha cara, é faltar-lhe um dedo!

Ser professor, digo-vos, vai além do que sou,
Ser professor, nu, deva sempre estar, é verdade,
Ser professor, falo-vos abertamente, com a vida casou,
Ser professor assombre-se, ainda é felicidade!

Ser professor, a luta por piso salarial não é meta,
Ser professor, o plano de carreira é fútil,
Ser professor, carga horária nunca me afeta,
Ser professor, segurança na sala é conversa inútil!

Mas ser professor é deitar e rolar nessa canção linda,
Mas ser professor é mais que luzes, são holofotes,
Mas ser professor é pular de alegria na berlinda,
Mas ser professor é lançar-se em meio a coiotes!

Sim, ser professor é enxergar uma luz invisível,
Sim, ser professor é garimpar sem pé e mão,
Sim, ser professor é moldar alguém, isso é incrível,
Sim, ser professor é suportar, sim, com coração!

Eu amo ser professor, sem hipocrisia ou covardia,
Eu amo ser professor,  sem vergonha ou melancolia,
Eu amo ser professor, com excitação e toda melodia,
Eu amo ser professor, e não abro mão, seja noite ou dia,
Eu amo ser professor, ainda que outra humanidade deva encarar,
Sim, sim eu amo essa profissão, mesmo que haja uma guerra nucelar!


David Saulo – fevereiro de 15

17 de fev de 2015

NO CARNAVAL


O povo canta e dança, dança demais,
O povo brinca e sonha, sonha bastante,
O povo sorrir e chora, chora nos pedestais,
O povo pula e faz sexo, sexo sem conservante!

O povo come e bebe, bebe sem parar,
O povo sente prazer em sambar, sambar e esquecer,
O povo comete loucuras, loucuras de amar,
O povo não perde tempo, tempo pode perder!

O povo tem dor, mas mente, mente para viver,
O povo corre atrás da folia, mas a folia, no planalto,
O povo não sofre nesses dias, dias que deva temer,
O povo dança qualquer musica, mas o buraco é mais alto!

O povo é feliz, feliz por qualquer coisinha,
O povo urina em tudo, mas engolem vômitos a todo instante,
O povo assovia por nada, e nada abre o olho dessa carinha,
O povo até muito chora, acorda, oh povo inconstante!

O povo a todos beija, beija mesmo, é a tramoia da casa branca do Brasil,
O povo nada enxerga nestes dias, dias que é preciso, no cérebro, pancadas levar,
O povo até imita governantes, mas dia seguinte triste mãe gentil,
O povo brinca de tudo, mas e o povo heroico retumbante, vai se danar!

O povo parece cego, mas é carnaval, e ouviram o Ipiranga morreu,
O povo parece mudo, mas é carnaval, e o sol da Liberdade caiu,
O povo parece surdo, mas é carnaval, conquistar com braço forte esmoreceu,
O povo parece feliz e contente, é carnaval, mas e o pais, PUTA QUE PARIU!!!

O povo não está nem ai, é carnaval, Ó Pátria amada, Petrobras Idolatrada,
O povo no figurino até esnoba, mas é carnaval, Brasil, um sonho intenso, no mar,
O povo na coreografia erra, e dai, é carnaval, se em teu formoso céu, vaca atolada,
O povo de tudo se esquece, mas é carnaval, dos filhos deste solo é mãe caviar!

O povo ainda que infeliz, pula e pula, mas é carnaval, deitado eternamente, a federal,
O povo cego, surdo e mudo, e dai, é carnaval, e ao som do mar e à luz do véu profundo,
O povo mia, late e ruge, mas é carnaval, Iluminado ao sol do novo ano, é Cabral,
O povo para de produzir, mas ainda é carnaval, mas se ergues da justiça, me confundo!

O povo bebe até berrar, mas tudo é carnaval, o seu país, continua lindo dentro dos bueiros,
O povo não quer saber da politica, é carnaval, e a situação está controlada,
O povo gasta o que não tem. Seu chato! É carnaval, paz no futuro aos banqueiros,
O povo deixa de questionar, é cinza, é carnaval, e diga o verde-louro: desmiolada!

David Saulo – fevereiro de 15


13 de jan de 2015

QUANDO EU CRESCER!


Quando eu crescer quero ser alguém, de verdade,
Quando eu crescer quero ser alguém, um delator,
Quando eu crescer quero ser alguém, sem maior idade,
Quando eu crescer quero ser alguém, mais liberdade!

Quando eu crescer quero delatar toda a ignorância,
Quando eu crescer quero ser um narrador,
Quando eu crescer quero ser rei da infância,
Quando eu crescer eu quero narrar o namorador.

Quando eu crescer quero arregaçar as mangas, e abraçar,
Quando eu crescer quero brincar de casinha,
Quando eu crescer quero, de mim, sempre lembrar,
Quando eu crescer quero, minha vida, sentir, cada tirinha!

Quando eu crescer quero, perdoem letrados, todo português errar,
Quando crescer quero toda matemática na palma da mão,
Quando crescer quero entender porque tudo acertar?
Quando crescer quero deixar o eu em vão!

Quando já for grande e o mundo inteiro enxergar,
Quando Já for grande quero ser e poder,
Quando já for grande quero tudo meu, vou pegar,
Quando já for grande quero atropelar e sem ver!

Do tamanho que estou sou egocêntrico e malvado,
Do tamanho que estou puro ignorante e indiferente,
Do tamanho que estou, do dinheiro sou tarado,
Do tamanho que estou sei mentir dobrado!

Já maduro eu percebo que o mal é bom realizar,
Já maduro eu sei que o engano é meu grande amigo,
Já maduro destruir e usura materializar,
Já maduro a natureza, se permanecer, um perigo!

 Velhinho, velhinho, velhinho, velhinho, 
Já não sou maduro e não percebo,
Velhinho, velhinho, velhinho, velhinho,
Do tamanho que estou, encurvado, envergonhado!

Velhinho, velhinho, velhinho, velhinho,
Do tamanho que penso estar, medo e mais fé,
Quando já estou grande, pequeno sempre fui,
Quando eu cresci, monstro me tornei!

Velhinho. Não quero crescer!
Velhinho. Não preciso crescer!
Velhinho. Não adianta crescer!
Velhinho. Não presta crescer!

Eu não quero nunca:
CRESCER
CRESCERr.s
CRESCERr.s-a.b
CRESECr.sdem/4?
CRESE8.r]@
CRES[,\#.=
CRE.0];1’\cx
CR-02lr/;.,23
C....kk.kwie.aqoi

Ba
Be
Bi
Bo
Burro!!!
Eu não quero jamais crescer!
___________________________________________
David Saulo de Andrade Ribeiro
 Janeiro de 2015

UM POEMA PARA DAVID

Escrever um verso

é como gestar um filho.
Construir uma estrofe
é cuidar de uma das etapas da vida

A primeira estrofe 
é a infância
A segunda, adolescência.
A terceira, a juventude

A quarta, vida adulta
a quinta e demais 
lucros de quem sabe viver
e tocar a alma.

Escrevo estes  versos
pra você meu amigo David
Que agora gesta
tantos versos 

Versos  que interrogam
Versos  que retratam
Versos que mostram
Sua vida, luta e garra!
                                                                     Dorothéia Barbara-  janeiro 2015

9 de jan de 2015

QUANDO TEU FILHO....

Quando teu filho te procurar com o olhar, OLHA-O.
Quando te estender os braços, ABRAÇA-O.
Quando te procurar com tua boca, BEIJA-O.
Quando quiser te falar, ESCUTA-O.
Quando se sentir desamparado, AMPARA-O.
Quando se sentir só, ACOMPANHA-O.
Quando se sentir triste, CONSOLA-O.
Quando te pedir para deixá-lo, DEIXA-O.
Quando te pedir para voltar, RECEBE-O.
Quando estiver no esforço, ANIMA-O.
Quando estiver no fracasso, PROTEGE-O.
Quando perder toda a esperança, ALENTA-O...

                                                                                                            (Autoria desconhecida)

       Achei  esta mensagem perdida dentro de um livro que muito tempo não lia. Texto apropriado para reunião de pais na escola.